Site ou Redes Sociais​

Já estou no Facebook e no Instagram, será que preciso de um website?

Se pensa em expandir o seu negócio, esta é uma pergunta que, com certeza, já lhe passou pela sua cabeça.


internet é a principal vitrine para venda de produtos ou serviços e também é a ferramenta favorita de pesquisa utilizadas pelos clientes. Com poucos cliques um utilizador consegue encontrar o que quer na internet, além de informações detalhadas sobre o produto, sobre a empresa, avaliações, etc.. E ainda que a compra não seja feita online70% dos consumidores realizam pesquisas na internet antes de definir qualquer ação de consumo. Sendo assim é possível perceber que estar presente no ambiente virtual e, melhor ainda, estar nos lugares corretos, como redes sociais e sites, é imprescindível para o sucesso do seu negócio!


Vou tornar a resposta mais clara: SIM! Precisa de um Website! Não só precisa, como a opção de criar primeiro o site ou a rede social poderá ser a primeira escolha determinante para o sucesso do seu negócio.


Em tempos de predominância de redes sociais, ouvimos muitas pessoas argumentando que o presente e o futuro da internet se resumem a isso: Facebook, Instagram, Youtube… Vemos muitas empresas e muitos profissionais limitando a sua visibilidade utilizando apenas as redes sociais, como se estas fossem sozinhas a própria Internet. Na minha opinião fazem-no por 2 razões: 1) porque ainda não descobriram o poder de um website e; 2) porque as redes sociais são grátis.


As Rede Sociais são fantásticas, isso é indiscutível. Aproxima as pessoas, humaniza a comunicação, tem uma velocidade de comunicação e interação enorme. Elas informam e entretêem com uma força gigantesca. É um facto que não se pode pensar em Marketing Digital excluindo a importância da rede social. No entanto, ter uma Fanpage, uma conta no Twitter ou um perfil no Instagram não é suficiente para garantir a solidez, a credibilidade e o interesse verdadeiro do seu cliente.


É senso comum que estar presente no ambiente digital é fundamental. Se a sua marca não é vista, a sua marca não sera lembrada, não será falada, nem divulgada… Provavelmente não é isso que quer para o seu negócio. Nesse artigo mostrarei porque é mais vantajoso investir primeiro na criação de um site e, posteriormente, na criação de páginas, contas ou perfis nas redes sociais (e não o contrário).


1. O Website

site institucional é o cartão de visita da sua empresa na internet. É a porta de entrada da sua empresa no meio virtual, por pessoas de todo o mundo, que procurarão obter informações sobre:

  • Produtos, serviços e avaliações;
  • Contactos e localização;
  • Missão e valores da empresa;
  • Testemunhos de outros clientes;
  • Dicas e sugestões no seu blog;
  • Etc.

O objetivo principal do site é expor a empresa ao cliente no momento em quem ele realiza a pesquisa. Com um site bem feito e uma campanha de marketing eficaz, não se admire se o número de visitas superar em 400 ou 500 vezes as visitas que tem na sua loja física.


Apesar do sentimento de insegurança, 93% das pessoas que estão conectadas já realizaram pelo menos uma compra online. Do número exposto acima, 70% compram somente em sites. Descartando os marketplaces das redes sociais como Facebook e Instagram.


Os motivos pelos quais os utilizadores preferem realizar as suas compras online em website são vários, desde a certificação de segurança digital que só os sites tem (SSL) até maior fiabilidade de um serviço profissional.


Algumas vantagens na criação de websites são indiscutíveis:

  1. Serviço online: os sites oferecem a possibilidade do utlizador contratar o serviço ou comprar o produto online. São os chamados e-commerces.
  2. Confiança: a página online transmite maior confiança ao visitante, uma vez que reúne num só lugar, todas as informações úteis sobre a empresa.
  3. Segurança: os sites podem adquirir selos de segurança nacionais, e assim demonstrar, mais uma vez, ao seu potencial cliente que é profissional e de confiança.
  4. Google: o seu site poderá aparecer bem posicionado nos resultados de pesquisa do Google, mesmo que o utilizador não saiba o nome da sua empresa.
  5. Integração: sua página pode ser integrada com as redes sociais, ampliando a conexão e o profissionalismo para com os seus clientes.

2. As redes sociais

Ainda hoje, muitos empresários são resistentes a utilizar ativamente as redes sociais, seja por falta de tempo para criar conteúdo e atualizar constantemente, seja pela crença de que esse investimento é desnecessário.


Mas é, de facto, indiscutível o peso das redes sociais para a estratégia de marketing digital de uma empresa. Mesmo com toda resistência elas estão crescendo cada vez mais. Sabe-se que, antes de decidir o que comprar, 77% das pessoas recorrem às redes sociais para saber um pouco mais sobre a empresa e sobre o produto ou serviço que vão comprar.


Pela quantidade de pessoas que diariamente utilizam as redes sociais, é possível:

  • chegar aos seguidores da sua empresa por meio de publicações relevantes;
  • interagir com os clientes de maneira mais próxima e humanizada;
  • compreender o comportamento dos potenciais consumidores;
  • atrair clientes para o seu site;
  • impulsionar os conteúdos publicados no website.

É importante lembrar que as redes sociais não são ambientes para divulgar propagandas aleatoriamente, já que o principal objetivo é cultivar um relacionamento mais próximo com o público, partilhando publicações de qualidade e que gerem valor para quem as lê.


Algumas vantagens das redes sociais são:

  1. Gratuidade: não é necessário investimento financeiro para ter uma rede social. Basta ter um e-mail e criar um perfil ou uma página nas páginas oficiais.
  2. Interação: as redes sociais aproximam sua empresa do utilizador. São a sua personalidade online. Com o uso correto das ferramentas é possível estar sempre próximo e entender melhor o consumidor.
  3. Público expressivo: mais de 40% da população mundial está presente em, pelo menos, uma rede social e nela, em média, gasta 2 a 3 horas por dia. A possibilidade do utilizador ter contato com a sua marca é muito grande.

3. Então, qual escolher?

Se ainda restam algumas dúvidas, permita-me apresentar-lhe mais alguns argumento:

  • Um site permite ter um endereço próprio para acesso online: o seu domínio. Um domínio próprio passará muito mais seriedade e deixará o seu negócio menos exposto a fraudes.
  • O conteúdo de um site tem muito mais hipóteses de aparecer nos resultados de pesquisas Google. O conteúdo de suas redes sociais só será indexado se for atualizado frequentemente e conter palavras-chave relevantes.
  • Com um site, terá maior autoridade sobre o conteúdo, sobre o relacionamento com seus clientes, sobre seu investimento e terá ainda muito mais flexibilidade para personalizá-lo com a cara da sua marca.
  • Pode adicionar ao site um blog com conteúdo relevante para captação de leads.

Mas não tem que escolher! Cada qual serve o seu propósito. Crie os dois! Um não substitui o outro!


4. E qual criar primeiro?

Considerando as particularidades de site e redes sociais apresentadas anteriormente, o ideal é criar primeiro o website, com um domínio próprio. É por meio do website que sua empresa poderá se posicionar de maneira mais sólida na internet, além de passar mais credibilidade para os clientes.

Logo após a construção da página, crie os perfis nas redes sociais para promover o seu site e partilhar conteúdos com o público.


No entanto, antes de construir o seu website ou criar um perfil numa rede social, é essencial elaborar um plano bem estruturado, com objetivos claros, para evitar ações desnecessárias e que não criam valor para os clientes. De nada adianta, por exemplo, ter uma página que gera bastante tráfego para o site, se o site não estiver preparado para lidar com todo esse tráfego.


O ideal é contratar uma agência de publicidade especializada em marketing digital, com profissionais qualificados para o planeamento das ações de marketing e para a execução de cada etapa desse plano. Deste modo evita-se o fracasso da estratégia digital, que pode ser causado pela falta de experiência online.


Ficou com dúvidas?

luis horta marketing digital

Sobre Luís Horta

Luis é o fundador da Webfarus.
É professor no Ensino Público Português há mais de 25 anos. Ajudou a criar e a desenvolver mais de 700 negócios em diferentes áreas, ao longo da sua carreira.

Leia Ainda

3 artigos do seu interesse