Como o Marketing Digital virou o jogo a favor do comércio, contra a Covid19​

Qual poderá ser o segredo de algumas empresas que multiplicam os lucros mesmo em tempos de crise global – Covid19?

É um facto irrefutável que a Covid19 destabilizou tremendamente o desenvolvimento socioeconômico global. Por exemplo, o Fundo Monetário Internacional (FMI) vislumbrou uma possível redução de 8% na atividade económica portuguesa atribuída à pandemia. O ministro da Economia, Mário Centeno, comprovou a queda da economia ao revelar que o PIB anual registrou este ano uma quebra de 6,5%. O World Economic Outlook também prevê uma subida na taxa de desemprego em Portugal para 13,9% em 2020. Esta análise está sujeita ao estudo de 2019 que indicava uma taxa de desemprego de 8,7%.

 

Portanto, os negócios não são como eram para a maioria das pessoas. É lamentável que a maioria das empresas tenha recorrido ao encerramento total devido à pandemia e a Associação de Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL) verifica a tendência na região do Algarve, onde a maioria dos empresários se vêm impossibilitados de continuar a sua atividade nos próximos 12 meses. Como resultado, a Associação está agora em contato com o governo para introduzir medidas que irão garantir o renascimento das empresas fechadas ou o reforço das que se encontram em dificuldades.

 

Pois bem, para salvar o que resta da sua economia, o governo português elaborou recentemente um plano de estabilização socioeconómica que inclui:

  • Legislação de educação digital universal
  • Linhas de crédito especiais
  • Extensões da moratória
  • Proteção de renda

No entanto, por mais que a Covid19 tenha paralisado o crescimento econômico, a pandemia poderá ter acentuado uma estratégia de marketing pré-existente, mas latente (e-commerce) para a maioria das empresas. Não é surpresa que algumas empresas estejam, de facto, a ter um ótimo desempenho, mesmo durante estes tempos difíceis, devido à sua iniciativa na exploração de estratégias de marketing digital!

 

Uma vez que o governo português expressa abertamente o desejo de alargar as medidas de combate à segunda vaga do vírus, talvez seja o momento de apresentar o seu negócio a uma realidade exclusiva ou maioritariamente digital. O seu negócio terá assim uma grande oportunidade de dar um salto no e-commerce e produzir novos resultados.

 

Grandes calamidades trazem condicionantes que afetam nosso modo natural de vida e o transformam num sistema que, pouco-a-pouco, se torna a norma na sociedade. É uma tendência apoiada pela história do século XX, quando, por exemplo, o resultado da Primeira Guerra Mundial introduziu o sufrágio universal.

 

A calamidade Covid19, atua como um catalisador na transformação significativa dos estilos de vida. O comércio eletrónico não é uma prática nova. Ele esteva lá, mas com um reconhecimento insignificante para uma grande parte das empresas. No entanto, nesta época Covid19 e com base nas pesquisas da McKinsey & Company, verificou-se um aumento da taxa de crescimento do comércio eletrónico de 81% para 95% nos países europeus. O marketing digital será, definitivamente, o próximo passo a tomar pela maioria das empresas como estratégia de negócio.

 

Porque as pessoas encontraram conveniência no marketing digital?

 

1. Trabalhar em casa

A Covid19 tornou o escritório num potencial ambiente para contração do vírus. Como resultado, encerraram-se a maioria dos escritórios não essenciais. No entanto, as empresas que poderiam aplicar as técnicas digitais aos seus serviços e “engajamento” do cliente, fizeram os necessários reajustamentos para trabalhar online, a partir de casa. Trabalhar em casa manteve essas empresas em funcionamento, apesar das medidas de restrição.

 

2. Compras online

Devido ao marketing digital, e durante o bloqueio, as pessoas poderam facilmente fazer compras, por exemplo, até de mercearias, Comprar online tornou-se a única alternativa para a maioria das pessoas que não podiam visitar as lojas.

 

3. Aumenta a imagem da marca

Com a imposição do bloqueio, a maioria das pessoas pôde obter distração e entretenimento nas redes sociais, uma vez que os clubes e eventos coletivos estão proibidos. Portanto, o aumento da presença online significa também um aumento na visibilidade dos seus anúncios.

 

4. Melhor conexão com o cliente

A maioria das empresas que acabaram fechando as suas lojas por causa do Covid19 e diminuíram a sua presença online, perderam, evidentemente, os seus clientes por não poder prestar os seus serviços. No entanto, as empresas que foram capazes de incorporar a estratégia de marketing digital conseguiram manter o contacto com clientes através da uma plataforma online.

5. Taxa de crescimento melhorada

O aumento das compras online está a levar as empresas com lojas online a uma posição vantajosa e a permitir um fluxo constante na receita. Com a melhoria do atendimento ao cliente, vem o aumento da taxa de vendas pela vertente digital, levando, portanto, ao aumento da taxa de crescimento do negócio a níveis exponenciais.

 

Embora algumas das mudanças trazidas pela Covid19 possam ser temporárias, a mudança de paradigma no e-commerce será a forma recém-adotada de fazer negócios. Permitiu a reabertura virtual da maioria das empresas e evitou que algumas empresas entrassem em colapso absoluto.

 

Se ainda não sabe como introduzir os seus serviços empresariais no e-commerce, não procure mais porque aqui na Webfarus obterá as melhores estratégias digitais.

luis horta marketing digital

Sobre Luís Horta

Luis é o fundador da Webfarus.
É professor no Ensino Público Português há mais de 25 anos. Ajudou a criar e a desenvolver mais de 700 negócios em diferentes áreas, ao longo da sua carreira.

Leia Ainda

3 artigos do seu interesse