18 Jan

Acessibilidade Web

Com a evolução das tecnologias tornou-se possível desenvolver o máximo de acessibilidade aos visitantes de websites, nomeadamente para cegos, baixa visão, daltónicos, surdos, pessoas com pouca ou nenhuma agilidade manual e sem deficiências.

O que é a acessibilidade Web?

A expressão acessibilidade Web é um processo que abrange a criação de websites de forma que estes possam ser usados por pessoas, com deficiência ou não. É importante que os sites sejam concebidos, desenvolvidos e publicados correctamente para que todos os utilizadores tenham igual acesso à informação e funcionalidade.

Por exemplo, uma acção que pode ajudar os utilizadores cegos ou com deficiência visual a obter apoio com certos softwares Leitores de Textos e/ou hardwares específico para transformar o texto em Braille é o uso correcto das semânticas HTML, com a descrição textual alternativa igual ao teor das imagens e links mencionados de forma significativa.

Existem técnicas que se podem ajudar um utilizador com deficiência, tais como:

    • Ampliação de textos e imagens tornando a sua leitura e compreensão mais fácil como no caso dos utilizadores de visão deficiente;
    • Os links destacados podem garantir que os utilizadores daltónicos consigam diferenciá-los;
    • Áreas e links de tamanho grande que são passíveis de serem clicados, ajudam os utilizadores com dificuldade em controlar o mouse;
    • Os vídeos com legendas e linguagem de sinais permitem que os utilizadores surdos ou com dificuldade de audição consigam entender o vídeo;
    • Um conteúdo escrito em linguagem simples e/ou com ilustrações (gráficos e animações) permite utilizadores com dislexia e dificuldades de aprendizagem a compreender melhor o seu conteúdo.

Estas técnicas e outras se forem bem construídos e mantidos, possibilitará todos os utilizadores a apreender, a compreender, a navegar e a interagir com a web, podendo contribuir, de uma forma mais eficaz e eficiente.

As pessoas sem incapacidades também são beneficiadas pela Acessibilidade web, no sentido, em que um princípio-chave da acessibilidade web ter por objetivo permitir web e software flexíveis de forma a corresponder a diversas situações, preferências e necessidades do utilizador, tais como, indivíduos: com uma ligação lenta à Internet, com “incapacidades temporárias” (por exemplo, um braço partido) e com capacidades em mudança devido ao envelhecimento.

Hoje em dia, a web é um meio necessário para a vida das pessoas, tendo-se tornado um dos recursos mais importantes para a educação, emprego, governo, comércio, cuidados de saúde, recreação, entre outros. Por isso, foi essencial tornar a web acessível para as pessoas com necessidades especiais para que possam participar mais ativamente na sociedade e de igual acesso e iguais oportunidades que os outros.

Resumindo, a Acessibilidade Web pretende abordar as seguintes necessidades:

    • Visual: Deficiências visuais, nomeadamente cegueira, baixa visão e baixa acuidade visual e daltonismo;
    • Motora / Mobilidade: dificuldade ou impossibilidade de usar as mãos, como tremores, lentidão muscular, perda ou baixo controle muscular, originadas por doenças como doença de Parkinson, distrofia muscular, paralisia cerebral, acidente vascular cerebral;
    • Auditivos: Surdez ou deficiência auditiva
    • Convulsões: convulsão visual causada pelos efeitos estroboscópicos ou pisca-pisca.
    • Cognitiva/Intelectual: Deficiência de desenvolvimento, dificuldades de aprendizagem (dislexia, discalculia, etc), e deficiências cognitivas de várias origens.

publicações relacionadas